22 nos sem Raul Seixas

21 08 2011

Hoje faz exatos 22 anos da morte de Raul Seixa. Esta data não poderia ser esquecida já que ele é considerado um dos maiores roqueiros brasileiros do mundo.

Não sei nem como prestar esta homenagem, mas para que sua pessoa seja sempre lembrada por todos, farei uma breve biografia sobre sua vida: Uma maneira de manter vivo este tão ilustre artista em nossas vidas.

Raul Seixas nasceu em 1945 em uma família de classe média em Salvador, Bahia. Pertencia portanto á geração que definiu a tropicália, assim como Maria Betânia, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Gal Costa entre outros tantos.

Porém na sua infância ao contrario desses, teve muito contato como Rock and Roll, já que era vizinho e amigo de filhos de pais e famílias estrangeiras, que trabalhavam para o consulado americano na Bahia.

Devido a este fato, tornou-se fã dos principais cantores e compositores americanos na época, principalmente de Elvis Presley. Seu fanatismo pelo cantor fez com que aos 14 anos Raul fundasse um fã-clube brasileiro do cantor.

Repetiu por duas vezes a segunda série ginasial, mas apesar de tudo era muito inteligente e leitor voraz, o que o fez desistir dos estudos e se tornar músico profissional.

Em 1962 em meio ao movimento Bossa Nova que explodia no Brasil, montou sua primeira banda nomeada de “Os Relâmpagos do Rock”, que mais tarde tornou “The Panther”  e finalmente “Raulzito e os Panteras”, que definiu seu apelido de Raulzito. O cantor e compositor apesar se não gostar de Bossa Nova, acrescentou em seu rock elementos de música nordestina como o baião, xanado e música brega.

A banda “Raulzito e os Panteras” fez sucesso, gravando um compacto que foi para rádios com duas músicas inéditas, sendo uma versão de Elvis Presley. Com isso, apresentaram-se em clubes e algumas vezes em rádios e TV, começando assim ficar famoso como expressão local do movimento Jovem Guarda.

Com o apoio de Jerry Adriano, um dos principais artistas da época da jovem guarda, o grupo saiu em turnê pelo Brasil, abrindo shows do primeiro. Em 1968 gravou seu primeiro LP que não alcançou nenhum nível nacional, e por este motivo Raul voltou para Salvador pretendendo de vez abandonar o meio musical.

Saiu da bahia algum tempo mais tarde para ser produtor e compositor de artistas como Jerry Adriani, Renato e seus Blue Caps, Trio Ternura, Sergio Sampaio, entre outros; porém perdeu este cargo por produzir muitos gastos sem conhecimento de seus superiores na prensagem de seu segundo LP, Sociedade da Grã Ordem Kavernista Apresenta Sessão das Dez


Em 1972 alcançou a tão desejada repercussão nacional classificando duas músicas no Festival Internacional da Canção, evento de grande repercussão montado anualmente pela Rede Globo. Ele participou com a música Let Me Sing Let Me Sing e Eu sou Eu Nicuri, e o Diabo.

Esse repertorio fez com que tivesse uma boa aceitação e ter o primeiro contato com a gravadora Philips Phonogram, onde lançou seu primeiro compacto “ Let Me Sing Let me Sing” e o LP coletânia de covers “24 maiores sucessos da Era do Rock” que nem tinha seu nome.

Seu primeiro grande sucesso  aconteceu em seu segundo LP, Ouro Tolo,uma música com letra quase autobiográfica, mas também um deboche com a ditadura e o milagre econômico.

Em 1973 saiu o LP Krig-Ha Bandolo! que se tornou uma grande referência de sua obra, e continha as primeiras parcerias de Raul com o companheiro de estudos esotéricos Paulo Coelho.

No ano de 1974, Raul acabou sendo preso e torturado pelo DOPS, Exiliando para os EUA.Tudo isso ocorreu devido a ele divulgar a Sociedade Alternativa, com Paulo Coelho nas suas apresentações. Foi no exílio que veio a conhecer alguns de seus ídolos como Elvis Presley, John Lennon e Jerry Lee Lewis.

No mesmo ano voltou ao em meio ao sucesso do segundo LP, Gita, possivelmente o seu lançamento de maior vendagem e repercussão. Seguiram-se então LPs de grande repercussão, Novo Aeon, Há 10 Mil Anos Atrás (último em parceria com Paulo Coelho), Raul Rock Seixas, O Dia Em Que a Terra Parou.

No final da década de 70 Raul Seixas começou ter problemas de saúde em virtude do seu problema como consumo exagerado de bebidas alcoólicas. Mas isso não fez com que parasse: Lançou diversos discos e projetos como Mata Virgem, Por Quem os Sinos Dobram, Abre-te Sésamo. Mas passou a sofrer de hepatite crônica em virtude da bebida e cancelou diversos contratos e shows.

Estourou novamente em 1983 com a música Carimbador Maluco, lançada em um single encartado junto com o LP Raul Seixas, mais tarde acrescida como faixa deste mesmo LP, mais famosa por ter sido usada no especial infantil Plunct Plact Zumm da Rede Globo. Seguiram-se os discos Metrô Linha 743, Uah Bap Lu Bap La Bein Bum (com aquele que foi seu último grande hit, Cowboy Fora da Lei) e A Pedra do Gênesis.

Em 1988 Raul passou a compor, gravar e excursionar com o também baiano Marcelo Nova, vocalista da banda Camisa de Vênus. O abortado Nuit teve música homônima lançada no LP A Panela do Diabo, sendo esta praticamente a única música que veio a público de todo o projeto original de Raul -que data de 1981, em parceria com Kika Seixas-. Alguns rumores davam conta de outro projeto, Persona, que também não deu certo.

Em 21 de Agosto de 1989, apenas dois dias após o lançamento de A Panela do Diabo, Raul Seixas morreu, aos 44 anos em decorrência de uma parada cardíaca, ocorrida em virtude a seu problema com o alcoolismo, que fez com que não tomasse insulina na noite anterior. Seu corpo foi encontrado por Dalva, sua empregada por volta das 8h da manhã.

Após seu falecimento, o LP A Panela do Diabo vendeu 150.000 cópias, rendendo a Raul um disco de ouro póstumo, entregue à sua família e também a Marcelo Nova, tornando-se assim um dos discos de maior sucesso do eterno Maluco Beleza.
O que importa é que suas canções estarão sempre na memória dos Brasileiros, e em diversos shows de artistas Raul é sempre lembrado , fazendo com que seus  fãs gritem “Canta Raul!”

Saudades Raulzito! Você faz falta; suas canções fazem falta; Seu realismo faz falta pois só com ele enxergávamos  realidade brasileira: a realidade mundial e suas conseqüências.

Fontes:( http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=7391#ixzz1VeulASrQ ; www.google.com.br )


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: